Prazeres

Voltar

Estrada dos Prazeres, Lisboa, 1998
2 330m2 de área bruta acima do solo
Parceria com o Arqtº António Tavares da Cruz
 


 
5 pisos de habitação e comércio no térreo, perfazendo 20 fogos, 4 lojas e 3 caves de estacionamento. Lote em esquina com uma frente algo inclinada bem mais extensa que a frente ortogonal, o que originou um desenho diferente em mabas as fachadas mas que se completam e dão seguimento. A ideia sempre foi fazer uma construção simples e de cores claras, com bons espaços interiores luminosos, de forma a atrair residentes num bairro, à época difícil.