Entradas dos edifícios Quadrante

Voltar

Laranjeiras, Lisboa, 2000
 


 
As entradas tinham duas condições de design impostas pelo cliente: a inserção de uma peça de arte e a iluminação diferenciada conforme a luz natural recebida. As peças escolhidas foram cerâmicas de Mealha e Bravo da Mata que com os seus tons pastel ajudaram a criar o ambiente reconfortante que os painéis de parede já anunciavam. São estes quadrados formados por 4 triângulos de folha de carvalho desfiada que, conforme a posição do veio da madeira, assumem com a incidência da luz um padrão atrativo quase tridimensional. As caixas de correio foram feitas de encomenda na mesma madeira, bem como o banco de suporte aos usuários e onde a luz escorre de cima para baixo para facilitar a leitura. Na parede oposta uma floreira iluminada de baixo para cima é o único elemento que fica aceso durante a noite. Atrás do painel cerâmico corre uma porta de vidro que protege o acesso apenas a moradores.