Festas

Desde que tenho os miúdos que descobri o gozo de fazer festas para crianças em casa. Adapto as guloseimas ao tema por eles escolhido ou à época do ano que estamos a festejar. Tento sempre que eles me acompanhem na cozinha e felizmente consegui ter o seu apoio a sujar tudo em várias ocasiões.

Há uns anos atrás, enquanto me perguntava a mim própria porque é que não íamos comer fora e pronto, pus-me a pensar porque, não sendo eu uma cozinheira nata nem daquelas a quem tudo sai bem à primeira, passo com gosto dia e meio em pé na cozinha a cada evento. E acho que a culpa é da “gelatina dos ratinhos”… A minha mãe sempre fez as nossas festas em casa com ela a preparar tudo, como aliás era normal na nossa meninice, e havia um prato que não faltava nunca: a gelatina verde feita num tabuleiro branco com meias-peras a fazer o corpo dos ratinhos que pastavam na relva. Amêndoas nas orelhas, cereja na boca e um tufo de chantilly a fazer o rabiosque. Foi até já termos vergonha de sermos adolescentes e ela ainda nos fazer a pastagem! Mas a verdade é que eu a faço também para os meus rapazes e acabei por perceber que esses momentos são os que guardamos com maior carinho e sei que os meus filhos vão recordar da mesma forma as festas que a mãe lhes fazia.